quinta-feira, 25 de outubro de 2012

BEM-ESTAR:
(Como tratar queimaduras leves) 

As queimaduras são um risco eminente no cotidiano das pessoas e podem ocorrer por diversos meios, principalmente dentro de casa. O manuseio do fogão, o contato com a água quente, o uso de um ferro de passar  ou a simples existência de um fio desencapado podem ocasionar lesões na pele que merecem atenção e tratamento especial. Embora o ideal seja sempre evitar queimaduras, uma vez que ocorram, é preciso cuidar para que tenham uma cicatrização adequada e não deixem marcas ou cicatrizes.
“Podemos apontar diversas causas de queimaduras: calor, frio, eletricidade e contato com produtos químicos, entre outras menos comuns. Estas lesões podem ser classificadas conforme o grau, tipo e extensão. A classificação pelo grau, mais usada e conhecida, é referente à profundidade da lesão. Já a denominação por tipo, é definida conforme a origem da queimadura, enquanto a extensão é definida por um percentual que representa a área do corpo que a queimadura atingiu”, afirma Anelisa Baungartner Lamberti, dermatologista membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia e American Academy of Dermatology,

“Independente do grau da queimadura, os primeiros cuidados são essenciais para o processo de cicatrização do ferimento. Identificar a profundidade da queimadura é importante na hora de procurar a ajuda correta. Em caso de queimaduras de 3º grau e grande extensão, é fundamental o socorro imediato e intervenção de um médico especializado”, afirma Anelisa. Queimaduras em alguns locais específicos do corpo, como rosto, mãos e articulações, devem sempre receber atenção e cuidados médicos. Cada queimadura é única e cada tipo de lesão necessita de um tratamento específico, desde o mais simples ao mais complexo.
O primeiro e mais importante cuidado ao sofrer uma queimadura leve, de 1º ou 2º grau, é resfriar o local com água corrente e fria por aproximadamente 10 minutos. Além de evitar que a queimadura continue evoluindo, a água fria alivia a dor e o desconforto. “Passar manteiga, pasta de dente, óleo de cozinha e gelo não é recomendável em caso de queimaduras, pois estes elementos podem agravar a dor ou até mesmo causar complicações como infecção e inflamação do local”, explica a dermatologista.
Além deste primeiro cuidado, é importante que o paciente retire a roupa por cima da região afetada, tome um banho morno com sabonete suave e passe um hidratante neutro, sem perfume e álcool. Caso a roupa esteja colada à queimadura, é recomendado cortar com tesoura o tecido, com cuidado para que não lesione ainda mais a área, e recorrer imediatamente ao atendimento médico. Já no início do processo de cicatrização das queimaduras pequenas, é indicado o uso de pomadas antibióticas, como Nebacetin, para evitar possíveis infecções na pele em recuperação. Para alívio da dor, é aconselhável o uso de analgésico ou anti-inflamatório, sempre orientado por um médico.

A orientação para o cuidado de queimaduras, principalmente de segundo grau, é não furar as bolhas que podem surgir. Sua perfuração facilita a entrada de bactérias, o que pode levar à infecção da área. Já os curativos devem, preferencialmente, ser utilizados apenas em ambientes em que a pessoa fica exposta à poeira, poluição e riscos de contaminação. Em ambientes limpos e fechados, como em casa ou no escritório, o recomendado é deixar a área descoberta e seca, para facilitar a cicatrização do local.
Assim como as bolhas, as casquinhas também são um mecanismo natural de proteção do corpo e, por isso, não devem ser arrancadas em hipótese alguma. Elas protegem a pele, evitando a entrada de corpos estranhos e bactérias. Além disso, durante o processo de cicatrização, é importante tomar ainda alguns cuidados básicos, como não frequentar piscina e praia, e, para as crianças, evitar brincar no parquinho com areia, terra, gramado ou frequentar outros ambientes em que a queimadura possa ficar exposta a bactérias.
Muito cuidado também na hora de tomar sol: é importante proteger bem o local e evitar sua exposição, pois as lesões podem deixar marcas, manchas e cicatrizes que podem ser definitivas ou levar anos para sumir completamente da pele.
Por:Garota Blue

Nenhum comentário:

About Me