sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Bem-Estar:
(Relógio biológico é prejudicado com sono irregular)

Atualmente, poucos são aqueles que conseguem disciplinar sua rotina e realizar todas as atividades do dia em horários regulares. Osono é o mais prejudicado pela correria moderna e principalmente, pelos novos hábitos noturnos que surgem com cada vez mais frequência entre os moradores de uma grande cidade.
O relógio biológico é o mais afetado pela falta do sono e pela dificuldade de se ajustar o horário de trabalho e das atividades sociais. Esses hábitos também causam mudanças na alimentação, alterações metabólicas e levam ao sedentarismo, ou seja, desequilibra todas as funções do organismo.

O sono é imprescindível para manutenção da saúde do corpo e da mente. Uma rotina regular do sono é importante para odesenvolvimento normal do cérebro e para os processos de memória e aprendizado. Além disso, durante a noite acontece a troca e regeneração celulares, além da liberação do Hormônio do Crescimento (GH) que ocorre principalmente nas fases mais profundas do sono.
sono reequilibra o organismo produzindo, além do GH, a serotonina, o hormônio responsável pela sensação de prazer, além de impedir a acumulação de cortizol, que melhora o humor e a boa disposição. Da mesma forma, o sono aumenta à sensibilidade à leptina hormônio responsável por informar ao organismo a ausência da fome.
Um sono desregulado, interrompido ou incompleto pode, em longo prazo, prejudicar o equilíbrio do organismo e a saúde. Além disso, a frequência de uma má noite de sono pode significar a presença dos distúrbios, que atrapalham o sono considerado normal e a saúde do individuo. Medidas simples como a atenção com a postura durante o sono, com a utilização do travesseiro correto, um ambiente fresco e ventilado e uma alimentação leve antes de dormir podem auxiliar para o sono perfeito.
Pode ser considerado um distúrbio do sono qualquer dificuldade relacionada ao sono, como dificuldade de adormecer ou de permanecer adormecido, dormir em momentos inapropriados, tempo total de sono em excesso ou ocorrência de comportamentos anormais relacionados ao sono. E é importante ressaltar que mais de 43% da população brasileira sofre algum tipo de distúrbio do sono e apresenta sinais de cansaço durante o dia, segundo a Associação Brasileira do Sono.
A dificuldade de se manter uma rotina regular do sono está relacionada aos maus hábitos, como rotina noturna, alta carga horária de trabalho, horários desregulados para alimentação e  ausência de hábitos mais saudáveis, como exercícios físicos. Viagens entre diferentes fusos horários e com pessoas que trabalham por turnos em escalas alternadas também podem ser grandes vítimas.
Uma rotina desregulada de sono pode formar pessoas mais irritadas, estressadas e até mesmo menos saudável. “Se não forem tratadas, essas alterações do sono podem desencadear doenças como infarto, obesidade, diabetes, arritmia e hipertensão arterial”, afirma Renata Federighi, consultora do sono da Duoflex.
Por:Garota blue

Nenhum comentário:

About Me